Nokia Asha, eu escolho você!

Caros, depois de um tempo sem postar devido ao trabalho e estudos, finalmente voltei! Dessa vez o assunto é smartphones. Confesso que relutei muito para comprar um, pois sempre tive dumbphones e eles sempre cumpriram com o prometido. Mas por pressão dos amigos precisei adquirir um e vou dizer para vocês porque escolhi o Nokia Asha 503.

Sempre tive aparelhos da Nokia, começando com o 2280, depois passei para o 5200 e por fim o C2-00. Todos duraram muito tempo e só troquei porque precisava de alguma característica que anterior não tinha. Nenhum deu defeito.

Requisitos

  • Barato
  • Pequeno
  • Resistente
  • Dual chip
  • Media player
  • 3G
  • WiFi
  • Resistente
  • Câmera razoável e com flash
  • Redes sociais e Whatsapp
  • Desempenho razoável

Tendo em vista que eu queria um smartphone barato (violência) e de dimensões reduzidas (conforto) surgiram logo várias opções de Android low end, mas eles não atendiam o restante. Descobri que smartphone Android por menos de R$ 500 é furada.

Sou fã da Nokia, então vamos lá dar uma olhada nos aparelhos. Infelizmente a linha Lumia é um produto com a marca Microsoft e nenhum se encaixava nos meus requisitos.

Então vi a linha Asha com a seguinte promessa:

Designed for the next billion mobile consumers.

O mais novo disponível na época era o Asha 501, ele supria quase todos os requisitos. Então decidi pesquisar mais sobre a plataforma Asha e eis que encontro o anúncio dos irmãos 500, 502 e 503. Decidido! O 503 é o escolhido!

Nokia Asha 503

Esperei alguns meses e ele chegou no quiosque da Nokia no shopping center de Feira City. Não se pode chamar de smartphone se comparado com a linha Moto ou Galaxy S, mas cumpre com todos os requisitos.

Resistente (Gorilla Glass), câmera razoável (5 MP com flash LED), software atual (Nokia Asha Platform 1.4), 3G, bateria razoável, barato (R$ 319), pequeno (3′), dual chip (Micro SIM), WiFi, Media Player (e MixRadio), navegação básica via Nokia XPress Browser, Youtube, e-mail, redes sociais, Here Maps “básicão” e o famoso Whatsapp. Dentre outras coisas.

Conclusão

Não é dos telefones mais capazes do mundo, mas é bom o suficiente para uso diário: a maior parte do tempo funciona fluído mesmo com o hardware modesto e a bateria dura o dia inteiro, coisa que não acontece com os Androids low end. A qualidade de construção da Nokia é das melhores e a plataforma Asha é um tipo de mistura entre Meego e S40. Não deixa dúvidas que é um produto Nokia. A programação na plataforma é via WebApp ou Java ME.

Se você está procurando um aparelho básico, recomendo fortemente a linha Asha. Ela promete evoluir bastante e alcançar o próximo bilhão de consumidores, contando com os fundadores do Whatsapp.