Modo leitura nos navegadores

Propagandas fazem parte do conteúdo da web. Afinal, é a maneira como alguns produtores de conteúdos ganham dinheiro. Porém, alguns estão exagerando demais e colocando vídeos, áudios e blocos de propagandas além do aceitável.

Vamos ver como alguns modos de leituras de navegadores mais conhecidos renderizam essa página.

site Acorda Cidade
site Acorda Cidade

Google Chrome

Durantes minhas pesquisas, descobri que o modo de leitura padrão foi descontinuado. Faz sentido, uma vez que Google tem a maior parte da receita oriunda de propagandas, removê-las com o modo leitura prejudicaria os ganhos.

Encontrei o plugin Fika para resolver isso. Ele tem uma versão paga e uma gratuita. Usando a gratuita, ficamos assim:

Site do Acorda Cidade usando o plugin Fika

Mozilla Firefox

Firefox já trás um modo de leitura embutido, sem necessidade de plugins. Basta clicar no ícone Alternar visualização do leitor (F9), próximo da caixa de endereço. Vejamos o resultado padrão.

Modo leitura do Firefox

Microsoft Edge

Nesse caso estou me referindo ao Edge mais recente, baseado no Chromium. Para ver no modo de leitura, basta clicar no ícone Entrar na leitura avançada, próximo da caixa de endereço, muito semelhante ao Firefox. Vejamos com ficou.

Modo leitura avançada do Edge

Conclusão

Eu usei a configuração padrão dos modos de leitura. Eles são personalizáveis e permitem mudar fonte, tamanho da fonte, cores de fundo e da fonte, etc. O uso desse modo leitura é quase obrigatório para conseguir ler alguns sites sobrecarregados em propagandas. Além disso, ajuda a leitura com foco apenas no conteúdo.

Até a próxima.